QUE NEGÓCIOS DEVEM USAR O PINTEREST?

No primeiro artigo do blog  já falei sobre o que é o Pinterest. Se é a primeira vez que estás aqui, convido-te a lê-lo, já que te dá uma boa base para esta rede social.
Várias pessoas me perguntam “Vera, achas que faz sentido investir no Pinterest com o meu tipo de negócio?”, principalmente quando estamos perante prestação de serviços e não tanto a venda de um produto físico (que pode ser facilmente fotografado e, sim, criada toda uma estratégia de marketing à volta das imagens obtidas).


Será que só os negócios B2C (Business to Consumer) é que conseguem fazer do Pinterest uma ferramenta aliada?

Será que só os negócios de venda de produtos físicos é que devem apostar numa conta nesta app? Será que só as empresas focadas num público-alvo feminino é que conseguem lucrar com os pins? Tem calma, vou esclarecer tudo já!

O PINTEREST COMO MEIO PARA ATINGIR UM FIM

Em primeiro lugar, precisamos de entender que o Pinterest é só uma ferramenta que podemos utilizar para conseguir aumentar o nosso volume de negócio.
Sem uma boa estratégia e sem um objectivo definido vai ser impossível obtermos bons resultados – com esta aplicação ou com outra qualquer que utilizemos.

Imagina que tens uma lareira em casa.
Podes usá-la de várias maneiras: com o seu propósito original de criar um ponto de calor que aqueça a casa, como item decorativo (com plantas, por exemplo), como espaço de arrumação…
Todas as opções são válidas, certo? Mas os resultados vão ser completamente diferentes.

Portanto, percebemos assim que tudo vai depender de como a queremos usar – e o Pinterest não é diferente.

via GIPHY

B2B OU B2C – QUE NEGÓCIOS DEVEM ESTAR NO PINTEREST

Ambos!

É muito fácil perceber porque é que os negócios B2C funcionam tão bem nesta rede: o consumidor final procura, compara e decide comprar os produtos ou serviços que vê serem publicitados.
Mas ao navegar no Pinterest, conseguimos ver exemplos de negócios B2B (Business to Business) que também conseguem ter excelentes resultados na sua estratégia de pins!

Como?

Este tipo de negócios não tem apenas Álbuns e pins sobre os seus serviços, mas apostam também em pins com citações de outras pessoas, humor sobre a sua área de negócio e dicas úteis para o seu público-alvo – todas estas coisas podem ser úteis ou interessantes para o seu cliente ideal, o que gera leads. Claro que aqui o mais importante é perceber onde andarão os teus potenciais compradores. Se a resposta passa pelo Pinterest, então tu também tens que estar lá!

E SE EU TIVER UM NEGÓCIO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS?

As empresas baseadas em produtos têm a grande vantagem de conseguir medir as vendas directas do Pinterest, mas esta vantagem não é exclusiva do Pinterest. Portanto, não sendo uma característica específica desta rede social, porque é que outros negócios de prestação de serviços podem usar outras redes sociais para se promoverem e achamos que não faz sentido utilizar o Pinterest na sua estratégia de marketing?

decisions

ENTÃO QUERES DIZER QUE O MEU NEGÓCIO DEVIA ESTAR NO PINTEREST?

Para mim, só há três motivos para não investires no Pinterest:

  • Tens um negócio muito local e, portanto, os teus clientes estão literalmente na tua rua (cabeleireiros, mecânicos, carpinteiros, etc)
  • Não vendes nada que possa ser comprado por alguém fora da tua morada física;
  • Não tens qualquer tipo de conteúdo com que possas alimentar a tua conta.

Imaginemos que o negócio de que estamos a falar é um restaurante. Se estivermos focados unicamente no serviço prestado (confecção e venda directa de refeições), o esforço colocado no Pinterest pode ser infrutífero. Mas se esse mesmo restaurante vender cursos para profissionais, vender tutoriais para clientes, tiver um blog, tiver uma loja online de produtos relacionados com o seu nicho… como não estar nesta rede social?

Na minha opinião, a maior parte das empresas pode encontrar o seu uso para o Pinterest, mas se estás a pensar em usá-lo como uma ferramenta de vendas e marketing, vai depender de como usas a tua “lareira”, sim?


Tal como acontece com outras ferramentas, o Pinterest pode ser usado de muitas maneiras diferentes por muitos tipos de negócios. Por isso, não há uma resposta certa à pergunta “Devo usar o Pinterest ou não?” – há sim a análise da estratégia mais adequada a cada negócio para que possamos perceber se faz sentido ter uma conta profissional no Pinterest ou não.
Mas uma coisa é certa: a partir do momento em que percebemos que o Pinterest funciona como um colaborador dedicado às necessidades exclusivas de cada um dos nossos clientes (quão mais específico podia ele ser?), é fácil de entender como é que ele pode mudar todo o nosso conceito de negócio – e o próprio conceito do nosso negócio!

negócios no Pinterest

Queres estar a par das novidades?

Preenche os campos para seres o primeiro a saber das novidades da Academia Pinterest!

Yaaas! Estás inscrito na mailing list! 🤩

Deixe uma resposta